Marcelo Machado, em Brasília, adere ao programa Internet para Todos

Marcelo Machado, em Brasília, adere ao programa Internet para Todos

O Prefeito de Crateús, Marcelo Machado assinou nesta segunda-feira (12/3), em Brasília, o termo de adesão ao programa Internet para Todos, do Governo Federal. A assinatura foi feita ao lado do presidente Michel Temer e do ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab. 

Crateús será um dos municípios que aderiu ao programa. Gilberto Kassab esteve em Fortaleza no úlitmo dia 19 de fevereiro, quando apresentou o programa. Entre os acordos, está um convênio com o Ministério da Defesa para monitorar 100% da fronteira, e deve auxiliar no combate ao tráfico e contrabando.

O "Internet para Todos" levará acesso à banda larga para localidades sem conectividade. "Todas as escolas públicas vão ter acesso à internet, o município vai ficar coberto, principalmente os distritos. É uma vantagem grande e vai trazer mais acesso à cultura e informação", afirma o prefeito.

O termo de adesão define a infraestrutura básica e as condições para a participação dos municípios no Internet para Todos. As prefeituras indicaram as localidades passíveis de atendimento, que receberão antenas para a distribuição do sinal de internet. Além de garantir a segurança da área, a prefeitura também arcará com as despesas de energia elétrica que esses equipamentos consumirem.

O programa não oferecerá conexão gratuita para os moradores dessas localidades, mas ofertará conexão a preços reduzidos. Os municípios beneficiados nesta primeira fase começarão a receber as antenas em maio, e a expectativa é que sejam instaladas 200 antenas por dia.

A conexão de internet do programa será feita por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), de propriedade do governo brasileiro e que recebeu R$ 3 bilhões em investimentos.

Em órbita desde maio de 2017, o satélite tem vida útil de 18 anos, sendo que três destes foram graças às pesquisas dos cientistas brasileiros, que permitiram estender o prazo de operação do SGCD.

Além dos convênios com as prefeituras, o Ministério da Ciência já firmou parcerias com o Ministério da Defesa, para garantir o monitoramento de 100% das fronteiras brasileiras, ampliando as ações de combate ao tráfico de armas e drogas; com o Ministério da Educação, para levar banda larga para todas as escolas públicas do país, sendo que 7 mil serão beneficiadas já em 2018; e com o Ministério da Saúde, para implantar internet em hospitais e postos de saúde, melhorando a gestão pública e a qualidade dos serviços prestados à população.