Crateús sedia Seminário Regional de Gestão Ambiental nesta quinta-feira

Crateús sedia Seminário Regional de Gestão Ambiental nesta quinta-feira

O Município de Crateús (distante 350 km de Fortaleza) sediou o Seminário Regional de Gestão Ambiental Compartilhada para os Governos Locais (GEAC) 2018. O prefeito Marcelo Machado abriu o evento, deu as boas-vindas e destacou a importância do seminário para os gestores da região.

Marcelo chamou a atenção, em seu pronunciamento, que o índice de saneamento básico do município de Crateús é de 70%. "A população é tão carente que muitos não realizam a ligação para que não tenham que pagar a taxa de esgoto", setencia.

"É preciso que tenha uma forma do Governo entender isso, porque do jeito que está não será possível combater doenças com tanto esgoto a céu aberto", denunciou o prefeito de Crateús. 

Presente no evento, o secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno citou a atuação positiva da prefeitura de Crateús em relação ao meio ambiente. Bruno destacou as ações exemplares que concederam ao município a contemplação com o Selo Município Verde. Além de Crateús, os município de Novo Orienta e Tauá também foram contemplados com o Selo Município Verde. 

Bruno ainda reforçou a necessidade de criação dos fundos municipais de meio ambiente, para fortalecer o sistema municipal. “A Sema está acompanhando o processo de instalação de fundos em 103 municípios”, informou.

As reuniões do GEAC têm caráter tripartite, com realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece). Conta com o apoio do Ministério Público (MP) e da Associação das Gestões Ambientais Locais do Estado do Ceará (Agace).

O evento contribui para o fortalecimento da gestão ambiental nos municípios cearenses. Estabelece elementos norteadores e promotores da boa gestão das políticas voltadas ao meio ambiente no Ceará. Com a realização de palestras, painéis e oficinas, os gestores dos governos locais podem ficar mais informados e capacitados para alcançar resultados cada vez mais positivos.