Crédito incentiva empreendedorismo feminino na agricultura em Crateús

Crédito incentiva empreendedorismo feminino na agricultura em Crateús

O Secretário de Agricultura de Crateús, Edilson Freitas, entregou  110 projetos do “Fomento Mulher” para o Superintendente Estadual do Instituto Nacional de Colonização da Reforma Agrária (Incra), em Fortaleza – Ceará, Marcos Cals. O ato aconteceu na manhã do dia 22 de Maio (segunda-feira).

“O Fomento Mulher é uma linha de crédito disponibilizada pelo Incra que atende às famílias assentadas, principalmente mulheres. Ela pode ser investida em projetos produtivos nas áreas da agricultura e pecuária. Também pode ser utilizada na criação de ovinos, caprinos, suínos, aves ou até mesmo em artesanato”, explicou Edilson Freitas, que pediu a Marcos Cals agilidade no processo de avaliação desses projetos pra que ocorra o quanto antes essa liberação dos recursos pra beneficiar as famílias de Crateús.

"Só pra destacar", frisa Edilson, "este tipo de projeto é realizado pela primeira vez pela Prefeitura Municipal de Crateús. Antes era elaborado por empresas privadas", lembra Edilson.

E pontua: "Através de termos de operação técnica nós estamos elaborando esse projeto gratuitamente para beneficiar as famílias com a liberação de recursos".

Potencializar a produção das trabalhadoras rurais, contribuindo para que as mulheres do campo tenham mais autonomia, incrementem a renda da família e contribuam para a segurança alimentar do assentamento é a finalidade do Fomento Mulher que faz parte da primeira fase do Crédito Instalação. Por meio desse investimento, a beneficiária poderá acessar o valor de até R$ 3 mil, em operação única, desde que o crédito esteja sob a responsabilidade da mulher titular do lote.

O crédito “Fomento Mulher” fica disponível por 180 dias na conta da beneficiária que tem até um ano para quitar o valor disponibilizado com 80% de desconto, ou seja, dos R$ 3 mil a agricultora assentada pagará apenas R$ 600,00. Depois deste prazo, o valor deverá ser pago em sua totalidade com juros de 0,5 por cento ao ano. 

O que fazer com a linha de crédito?

Os quintais produtivos são um bom exemplo para fortalecer a produção das mulheres e melhorar a segurança e soberania alimentar da família. Os quintais de casa são aproveitados por muitas mulheres para o cultivo de hortaliças, plantas medicinais, ornamentais, árvores frutíferas e a criação de pequenos animais como galinhas e porcos.

Quem pode ter acesso?

O Fomento Mulher pode ser acessado por todas as trabalhadoras assentadas da reforma agrária atendidas pelo serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). Mas, pra isso, o cadastro deve está atualizado no Incra. Portanto, as assentadas não podem ter recebido anteriormente o crédito Apoio Mulher, nem muito menos estarem inscritas no CadÚnico.