3ª edição da Feira do Empreendedor reúne empresários e populares

3ª edição da Feira do Empreendedor reúne empresários e populares

O feriado de 7 de Setembro em Crateús foi marcado não somente pelo impactante desfile cívico-militar realizado pela manhã na Praça da Matriz, e que resgatou uma tradição de grandes eventos comemorativos ao Dia da Independência. À noite, os crateuenses tiveram a oportunidade de conferir uma diversidade de produtos e serviços ofertados por um preço bem acessível, durante mais uma edição da Feira do Empreendedor, que já figura no cronograma dos grandes eventos mensais realizados no município.

A terceira Feira do Empreendedor, como já é tradição, foi realizada na Praça Gentil Cardoso Linhares, popularmente conhecida como Praça dos Pirulitos. A grande novidade nesta edição foi a inclusão de aulas de dança e também de apresentações musicais, ambas ofertadas gratuitamente aos visitantes. O público presente à Praça dos Pirulitos, por sua vez, teve acesso a uma variedade de itens comercializados por um baixo custo pelos microempreendedores participantes, como peças artesanais, cosméticos, bijuterias e produtos alimentícios.

De acordo com o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Empreendedorismo de Crateús, Keynes Mota, o crescimento no número de microempresários participantes, que saltou de 20 na primeira edição para 40 na última, demonstra que o evento vem obtendo êxito no intuito de movimentar o comércio na região de Crateús.

“O grande objetivo de todos, especialmente do Prefeito Marcelo Machado, é proporcionar aos microempreendedores de Crateús uma oportunidade de expor seus produtos, garantindo um aquecimento nas vendas e, por consequência, a geração de mais postos de trabalho e renda para as famílias. Nossa expectativa é que a Feira cresça ainda mais”, afirma Keynes.

A artesão Creusa Lacerda, que participa pela segunda vez da Feira do Empreendedor, comemora a visibilidade de seus artigos durante o evento. “O grande benefício que a Feira nos apresenta é a chance de apresentar nosso trabalho à população. São iniciativas como essa que acabam ajudando muitos artesãos a saírem do anonimato”, expressa.

Já para o relojoeiro Paulo Renato, que fez questão de prestigiar mais uma edição da Feira do Empreendedor com  sua família, a promoção de eventos deste porte trazem desenvolvimento econômico para o município. “Acho que deveriam ser realizadas mais edições da Feira durante o mês, pois tanto os participantes como o público ganham com essas ações”, conclui.